Um ano sem consumir carne: como me tornei vegetariana

Um ano sem consumir carne: como me tornei vegetariana

 

Nesse mês de março completo um ano sem consumir carne, Nesse post, vou compartilhar como foi que isso aconteceu.

Já havia algum tempo que estava aos poucos mudando minha alimentação. Retirando produtos industrializados da minha rotina alimentar, preferindo comida de verdade, fazendo escolhas melhores. No final de 2016 retirei o glúten, mas a maior mudança ainda estava por vir. Inspirada no desafio do Dr. Barakat, no final de fevereiro, resolvi fazer um detox de 30 dias. Nesses 30 dias eu exclui da minha alimentação o leite e derivados, carnes e açúcar. Não foi muito difícil fazer, pois já tinha uma alimentação saudável. O que não esperava era que ficaria tão bem sem a carne. Na verdade com os meus novos hábitos alimentares. Sofri durante anos de constipação e meus problemas foram resolvidos da noite para o dia. Me sentia mais leve, mais disposta e com isso resolvi não incluir mais a carne no cardápio.

Passando os 30 dias, como tinha alguns pedidos de exame de sangue para fazer, resolvi deixa-los para que fossem feitos depois desse período e assim que ficaram prontos, fui até uma nutricionista para me ajudar a organizar e me ensinar a fazer as combinações necessárias.

Mas nem peixe? Sim! E foi meio que sem querer mesmo. No início ele era mais frequente. Mas na minha casa é um problema, pois eu só gosto de peixe cozido ou assado e meu esposo só frito e para não ter problemas conjugais, abri mão dele. Ficar comendo enladados, pra mim não rola, prefiro deixar de comer. O peixe é algo raro na minha alimentação, conto nos dedos as vezes em comi nos últimos meses.

Bem lá no fundo do meu eu interior… rsrsrs, já não estava satisfeita em consimir algo que sabia que estava cheio de hormônios, antibióticos… Só que carne orgância é cara e não é tão fácil de conseguir. Parar de consumir, foi melhor pra mim, não só por me sentir melhor, mas por saber que não estou consumindo algo que sei que me fará mal.

Agora vem outra questão: sutentabilidade e animais. Depois que parei de comer carne, foi aí que vendo alguns documentários sobre alimentação e sustentabilidade (já indiquei alguns aqui no blog), vi que estava no caminho certo! O consumo excessivo de carne no planeta tem causado uma enorme impácto ambiental. Fora as condições precárias dos animais que são vítimas dessa indústia. Não entrarei em detalhes, mas se você se informaria mais sobre o assunto.

O que tenho a dizer deste um ano sem carne?

  • Aprendi a comer muito melhor;
  • minha alimentação é variada, consumo legumes, verduras, grãos e cereais que jamais imaginei que consumiria;
  • a culinária vegetariana fantástica, você utiliza da sua criatividade para cozinhar;
  • me sinto mais leve após as refeições;
  • me sinto com mais disposição.

E você, tem vontade de parar de consumir carne? De diminuir a quantidade que consome? Já parou de consimir? Compartilhe nos comentários!

 

Imagem: salada de grão de trigo, hamburgue de feijão fradinho e folhas de alface roxa, americana e rúcula.

Posted by on 12 de March de 2018
Fabíola Elizardo

LEAVE A COMMENT